Etapa, no dia 4 de agosto, reunirá atletas de 19 países na Praia de Pajuçara

O IRONMAN 70.3 Maceió está chegando. No dia 4 de agosto, 1500 triatletas representando 19 países participarão da quarta prova do circuito no país, considerada uma das mais queridas pelos competidores. Com sede na Praia de Pajuçara, o evento será focado nos amadores, tornando a disputa pelo topo do pódio ainda mais acirrada e emocionante. Em jogo, 40 vagas para o Mundial IRONMAN 70.3 2020, em Taupo – Nova Zelândia. Os atletas terão pela frente o desafio de 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21,1 km de corrida.

O percurso, aliás, é uma das atrações da prova, pois é rápido, técnico e tem novidades para 2019. A natação, feita em frente a Praça Multi Eventos – Av. Dr. Antonio Gouveia 925, na Pajuçara, terá apenas uma volta de 1,9 km. A segunda modalidade, o ciclismo, é onde está a novidade, pois terá um volta única de 90 km (foram duas em 2018), saindo da Pajuçara em direção à rodovia AL 101 e retornando pelo mesmo caminho. Para finalizar, os 21,1 km de corrida serão feitos em três voltas na Praia de Pajuçara, com chegada na arena montada para o evento.

Maceió começará a respirar o IRONMAN 70.3 a partir da próxima segunda-feira, dia 29, com a chegada dos primeiros competidores. É esperado o sucesso da edição anterior tanto na parte de competição como no retorno para a cidade, com uma grande movimentação econômica. No ano passado, por exemplo, de forma direta e indireta, o evento gerou cerca de 16.8 milhões de Reais para o município, confirmando a importância do turismo esportivo.

A relação de países participantes em 2019 é a seguinte: Argentina, 50 competidores; Áustria, 1; Bélgica, 2; Bahamas, 1; Bolívia, 18; Brasil, 1316; Suíça, 1; Chile, 56; Colômbia, 2; Alemanha, 1; Espanha, 4; Grã Bretanha, 1; Madagascar, 1; México, 2; Peru, 4; Paraguai, 18; Uruguai, 17; Estados Unidos, 4; e  Venezuela, 1.